04 dezembro, 2006

DISCURSO DO JOSÉ MARIA

Discurso que seria proferido por José Maria Gonçalves, na 6ª. Festa de Confraternização dos Amigos da Antiga, em 26/11/2006.

“Há alguns anos, uma turma de amigos, liderada pelo Serrinha, resolveu unificar os grupos de amigos do Bairro do Marapé. Combinaram que todos se reuniriam anualmente, em uma festa de confraternização realizada sempre no último domingo do mês de novembro, o que tem sido feito.

No último dia 26 de novembro, o grupo denominado “Amigos da Antiga”, formado por amigos que desde a infância participavam de peladas nas ruas, nos terrenos baldios e na praia, o que era proibido, comemorou o “6º Encontro Anual de Amigos da Antiga”. Neste ano, compareceram 128 pessoas sinalizando o crescente aumento do grupo. Contrataram um bufê que mostrou um bom trabalho além de muita fartura, e a festa foi um sucesso. No grupo, existem amigos cujas idades variam de 50 a 76 anos. Muitos já se foram para a vida eterna, mas sempre são lembrados em todas ocasiões e, principalmente nas orações que costumamamos fazer de mãos dadas, firmes e com uma enorme vibração.

Os amigos, que juntos cresceram, vestiram as gloriosas camisas dos times do Marapé, tais como: Sul América, Libertário, Vila Henedina, Ipiranga, Torino, Carlos Gomes, Cruz de Malta, São João, Marquês de São Vicente, Ponte Preta, Unidos, Orquidário, Samburá e outros.No antigo carnaval, grande parte do grupo participava de desfiles pela tradicional e campeoníssima “Dengosas do Marapé”, “Embaixada de Santa Tereza” e “União Imperial”, o que reforçou a amizade e carinho do grupo. Fotos e jornais antigos, amarelados pelo tempo e com cheiro de naftalina, são exibidos todos os anos com muito orgulho, e a satisfação é maior quando se localizam novos personagens, o que acontece todos os anos.

As histórias ali contadas são inacreditáveis, fazendo inveja até aos pescadores, exímios contadores de histórias. Um dos “Atletas do Século”, disse ter marcado mais de 2.000 (dois mil) gols, em sua carreira, todos anotados em caderneta. Disse, também, que só em um dia marcou 25 gols. Indagado como fez tamanha proeza respondeu: “Joguei 3 partidas naquele dia. Uma de manhã, uma à tarde e uma à noite”.Como, à noite? “A noite era de lua cheia”, disse o “Atleta do Século”. Agora está explicado. O goleiro nada enxergava. Dá para acreditar ?

A comissão organizadora deste ano foi composta por Zé Maria, Tuta, Zecau, Serrinha, Roberto Meio Kilo e Gil.
Parabéns a todos e até o próximo ano, se Deus quiser”.

JOSÉ MARIA GONÇALVES

Nenhum comentário: