31 janeiro, 2008

BOA VISTA A.C

Em 1953, foi fundado, em Santos, o BOA VISTA ATLÉTICO CLUBE, para tanto contribuindo a ação de Edmundo Pereira da Costa, Francisco Vaz, Sebastião Xavier dos Passos, Olintho Ribeiro e outros esportistas locais.

O clube estava filiado à Liga Vicentina de Futebol Amador e à Federação Paulista de Futebol, disputando o campeonato da 2ª. Divisão, controlado pela primeira e supervisionado pela segunda.

Em suas maiores conquistas ressalta o título de Vice-Campeão do Torneio Início de 1954 e o título de Vice-Campeão pelo mesmo torneio, em 1956.

DIRETORIA: Presidente - Hélio dos Santos Freitas; Vice-Presidente - José Marques Caldas Filho; Secretário Geral - Alcir Camargo; 1º. Secretário - Jorge Marques Caldas; 2º. Secretário - José gomes Freire; 1º. Tesoureiro - Manuel Araújo; 2º. Tesoureiro - João Araújo; Diretor Esportivo - Jairo Xavier dos Passos; Presidente do Conselho - Sebastião Xavier dos Passos.

Fonte:

AÇUCAREIRA SANTISTA A.C

A data de 05 de agosto de 1942, em Santos, assinalou a fundação do AÇUCAREIRA SANTISTA ATLÉTICO CLUBE, fundado por: Waldemar Rodrigues do Vale, Hélio Valdir Pavanelli, Agostinho Bailão, Waldemar dos Santos Vale, Dilermando Barsotti, Oswaldo Silva Conceição e outros.

O clube não participava de partidas de campeonato, jogando amistosamente futebol, voleibol, ping-pong e tamboréu, possuindo uma barraca de praia.

DIRETORIA: Presidente - José do Rosário; Vice-Presidente - Camilo Abrantes; Secretário - José Roberto Alonso; Tesoureiro - Ramiro Antonio Thomaz; Diretor Esportivo - João Gomes Sanches.

Fonte:

C.A CITOMA

Por volta de agosto de 1928, surgiu, do ânimo esportivo de um grupo de auxiliares, o primeiro conjunto para a prática de futebol, que se chamou HARDRAND QUADRO.

Naquele tempo, eram muitos os quadros de amadores, compostos pelos auxiliares do comércio cafeeiro que se dedicavam à prática do futebol, alguns deles contando entre componentes figuras de renome no futebol local. Assim era no HARDRAND, cuja figura principal era Pedro Pupo de Moraes, antigo auxiliar da firma e, quem não se lembra, campeão santista do Centenário pelo glorioso Brasil futebol Clube, formando na célebre linha atacante "OMAR, CAMARÃO, SIRIRI, PEDRO e ABEL", sendo ele o único que, mais tarde, não se transferiu para o Santos Futebol Clube, preferindo abandonar as lides oficiais.

Apesar dos ótimos resultados obtidos pelo quadro, em muitos confrontos com equipes similares, sobreveio o desinteresse, e, assim, suspenderam-se os encontros.

Instituído pelo Santos Futebol Clube, um torneio oficial de caráter interno, inscreveu-se o quadro, chegando a disputar alguns jogos.

Mais tarde, em 1933/1934, houve um novo período de sobrevivência, quando se realizava, em Santos, um novo torneio comercial.

Agostinho de Souza Castro, Cyro de Campos Mello, Américo Covas Peres, Francisco Ferreira, formaram entre os animadores iniciais, o último deles tomando parte ativa como integrante do quadro de futebol. Julio Brandão Neto, esportista entusiasta que foi, também, fundador do primeiro clube de praia da cidade, o saudadoso "PRAIA CLUBE", do Palace Olímpia, foi animador do ressurgimento em 1933.

Depois, durante largo período, encontros esparsos foram realizados, mas sem que houvesse qualquer sentido de organização, sendo combinado em função, exclusivamente, do interesse demonstrado por um ou outro auxiliar da firma.

Nos anos 50, um grupo de novos funcionários da resolveram organizar, em bases mais sólidas e definitivas, o seu conjunto esportivo que, sob a denominação de CLUBE ATLÉTICO CITOMA passando a competir dentro de sua categoria em diversas modalidades: futebol, ping-pong, xadrez, tamboréu, bola ao cesto, voleibol e snooker.

DIRETORIA: Presidente - Rivaldo Ricci de Almeida; Vice-Presidente - Eduardo Duarte; 1º.Secretário - José Fantasia; 2º. Secretário - Auriema de Freitas; 1º.Tesoureiro - José Carlos Matheus Villares Figueiredo; 2º. Tesoureiro - Otavio João Rodrigues Ramos; Diretor Esportivo - José Ferreira Andrade Júnior; 2º. Diretor Esportivo - Benedito Sacramento Filgueiras.

DIRETORIA DO CONSELHO: Presidente - Theron Jackson Hemker; Vice-Presidente - Francisco Ferreira; 1º.Secretário - Eduardo de Andrade Filgueiras; 2º. Secretário - Dráuzio Nogueira Filho; Tesoureiro Fiscal - Pedro Pupo de Moraes.

Fonte: F.P.F



29 janeiro, 2008

CHAME QUADRO

O CHAME QUADRO justifica a origem do seu nome por ter sido formado por funcionários da firma Chame & Melo Comercial Importadora Ltda, de Santos, tendo sido estruturado em 02 de janeiro de 1955.

Disputou o campeonato do Sesc-Senac, praticando o futebol e pedestrianismo. Em 1956, foi classificado Vice-Campeão do Torneio de Futebol "Comércio e Rádio", série B.

Diretoria: Presidente - Roberto Afonso Chame Neto; Vice-Presidente - Fernando de Oliveira; Secretário - Antonio Dirceu de Andrade; Tesoureiro - Antonio Dirceu de Andrade; Diretor Esportivo - Milton Oliveira Paes Leme; 2º. Diretor Esportivo - Waltemar Ruiz Franco.

Fonte:

A.A ATLANTA

No dia 1º de março de 1949, era fundada em Santos a ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA ATLANTA, contribuindo para tanto os senhores: Matsutaro Uehara, Luiz Eikichi Higa, Pedro Iunagutti, Takeo Kohatsu e outros.

O clube vinha praticando futebol e o tênis de mesa, estando filiado à Liga de Futebol Amador de Santos e à Federação Paulista de Futebol. Disputou o torneio extra varzeano da referida Liga, se classificando como Vice-Campeão desse torneio em 1955.

Possuia campo bem gramado e sede magnificamente instalada, onde dispunha de salão de festas, televisor, salão para jogos. Estava a sede localizada à Rua Brás Cubas, 239, 4º andar, onde seus 400 membros formavam a associação.

Diretoria: Presidente do Conselho - Matsutaro Uehara; Presidente da Dirtoria - Seiiti Eizo; Vice-Presidente - Massashiro Kurasinha; Secretário - Kazue Hashimoto; Secretário - Luis Tamoiose; 1º. Tesoureiro - Jorge I. Shimatukuro; 2º. Tesoureiro - Soiei Akamine; Diretor Geral de Esportes - Seiei Shigueta; Diretor de Futebol - Alberto Ionamine; Diretor do Patrimônio - Noburu Arakaki; Diretor de Tênis de Mesa - Goia Jinso.

Fonte:

28 janeiro, 2008

C.A REFINARIA PRES. BERNARDES

Como um dos caçulas da Liga de Futebol Amador de Santos, vamos encontrar no C.A REFINARIA PRESIDENTE BERNARDES, uma agremiação integrada por elementos pertencentes à empresa que lhe dá o nome.

Apesar do seu noviciado, já se encontrava engrandecido. Primeiro pelo número de funcionários de que podia dispor, segundo pelos vários departamentos esportivos criados, com a aplicação da prática do futebol, bola ao cesto, boxe, ping-pong, tendo projetado a construção de um grande estádio em Cubatão. Disputou apenas partidas amistosas.

Ao ato de sua fundação estiveram presentes os senhores: Gilson Ferreira de Medeiros, Moacir Valença Cavalcanti, Waldemar Fernandes, Raimundo Nonato Tenório, Dilton Rogério, Miguel Alonso, José Pires Domingues, Celso Monteiro Duarte, José Alves de Andrade, Irahy Guido Moreno, Fernando Coelho, Geraldo Emídio da Silva e outros, que se constituíram em naturais fundadores da agremiação.

Diretoria: Presidente de Honra - Cel. Adolfo Rocca Diegues; Presidente - Gilson Ferreira de Medeiros; Vice-Presidente - Waldemar Fernandes; Secretário - Moacir Valeuca Cavalcanti de Albuquerque; Tesoureiro - Raimundo Nonato Tenório; Diretor de Esportes - Miguel Alonso.

Fonte:

BARUEL QUADRO

Funcionários da Drograria Baruel, de Santos, fizeram surgir, em 1938, a sua associação esportiva, a qual denominaram de BARUEL QUADRO. Para sua fundação contribuiram Wilson Campos, Benedito de Paula, Vicente Gonçalves Santana, João Ferreira, Carmino, Crisnaldo Toledo de Almeida e outros.

O Baruel Quadro disputou os Torneios do SESI e os torneios "Comércio e Rádio", praticando somente o futebol.

Diretoria: Presidente de Honra - Francisco Caramello; Presidente - Armando Pinto Júnior; Vice-Presidente - Enor Gomes Carolina; Secretário - Orlando Ribeiro; Tesoureiro - Manuel Soares; Diretor Esportivo - Roberto Nascimento.

Fonte:

ASSOCIAÇÃO DOS PROTÉTICOS DE SANTOS

Entre os fundadores da ASSOCIAÇÃO DOS PROTÉTICOS DE SANTOS, figuram os nomes de Eduardo Esteves da Cunha, Manuel Cardoso, Saul Vieira, Osmar Antunes, José de Carvalho e outros, que estiveram reunidos a 1º de setembro de 1954, data de fundação da sociedade.

Como a sua própria denominação indica, esta associação reuniu os profissionais protéticos da cidade de Santos, que, a par do congraçamento social, posssibilitou a prática do esporte em seus setores do futebol e voleibol, disputando o Campeonato Comercial.

Diretoria: Presidente de Honra - Narciso Esteves da Cunha; Presidente - Eduardo Esteves da Cunha; Vice-Presidente - Waldemar Esteves da Cunha; Secretário - Osmar Antunes; Tesoureiro - Manuel Cardoso; Diretor Esportivo - Odair Alexandre Martins.

Fonte:

ATLÉTICO BANCO SALLES

O ATLÉTICO BANCO SALLES, disputou o Campeonato Comércio e Rádio de Santos, classificando-se, em 1955, como campeão do Torneio Início, e, posteriormente, vice-campeão do torneio de classificação.

O clube surgiu a 6 de novembro de 1948, quando foi fundado por Ari Serpa, Orlando Diz, Luiz Carlos Dami, Arlindo Esteves Pinheiro, Delso Ferreira, Milton Fernandes e Adalberto R. da Silva.

Além do futebol, praticava voleibol e tamboréu. Foi classificado como Vice-Campeão de voleibol, em 1955, e campeão de tamboréu, na Semana do Comerciário.

Diretoria: Presidente - José Francisco; Vice-Presidente - Arnaldo Mesquita; Secretário - José Joaquim Simões Filho; Tesoureiro - Antonio Cursi; Diretor Esportivo - Reginaldo Antunes; Diretor Social - José Caetano da Silva; Diretor de Futebol - Wilson Nascimento Carvalhal; Diretor de Voleibol - Roberto Douglas Machado.

Fonte:

E.C.A ESTRELA DA MANHÃ

Com a denominação um tanto extensa, surgia em 4 de outubro de 1955, na cidade de Santos, o ESPORTE CLUBE AGÊNCIA ESTRELA DA MANHÃ, tendo os trabalhos iniciais de sua fundação a assistência de: Francisco Teixeira Camaratta, Manuel Quintas, Eduardo Martins Fontes, Genésio Antonio Ramos, Nicolau Estevam, Augusto Machado Junior, Arno Lucas da Silva e outros.

Disputou o campeonato "Comércio e Rádio de Santos", tendo, em 1956, se classificado como campeão do Torneio Início, pelo Campeonato dos Motoristas.

Diretoria: Presidente - Eduardo Martins Fontes; Vice-Presidente -Waldemar Vitor da Silva; Secretário - Arno Lucas da Silva; Tesoureiro - Francisco Teixeira Camaratta; Diretor Esportivo - Genésio Antonio Ramos.

Fonte:

PS: Nenhuma foto foi localizada, ainda. Se alguem puder colaborar de alguma forma, favor entrar em contato.

Abraços do Gigi.

27 janeiro, 2008

A.A. BANCO DO BRASIL

Funcionários da agência do Banco do Brasil, na cidade de Santos, fundaram a 7 de outubro de 1933, a ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL, uma das mais destacadas agremiações esportistas do nosso amadorismo, bastando citar o seu patrimônio compreendido pelo imóvel adquirido à Avenida Ana Costa, 442, onde foi construída a sua sede própria no valor de 4 milhões de cruzeiros.

O clube estava filiado à Liga de Futebol Amador de Santos, à Liga Santista de Bola ao Cesto e à Liga Santista de Voleibol. Disputou o certame oficial de voleibol da cidade de Santos, tendo por cartel o título de Vice-Campeão do Torneio de Praia, de 1954, da Liga Santista de Voleibol.

Ostenta, ainda, a , o título de Campeão Invicto do 1º Torneio de Tamboréu, promovido pela "Gazeta Esportiva", tendo formado com a dupla Otávio Lopes Neves e Pavel Martins. No futebol, foi Campeão Bancário, em 1950, formando com a seguinte equipe: Moran, Teixeira, Simões, Bellet, , Berjon, Januário, Ministro, Dionísio, Gil, Sérgio, Abílio, Lousada, Antero, João e Macedo.

Em sua turma de xadrez, a contou com a participação do Dr. Jair de Oliveira Freitas, ex-campeão paulista e brasileiro desta modalidade.

Diretoria: Presidente - Lício Guimarães Kolhy; Vice-Presidente - Hélio Silveira Cisne; 1º Secretário - Paulo Alambert; 2º Secretário - Ismário Mesquita Martins da Silva; 1º Tesoureiro - Umberto Garófalo; 2º Tesoureiro - Heitor Pedrosa Borges; Diretor do Patrimônio - Dionísio V. Eiroz; Diretor Social - José Ferreira; Bibliotecário - Floriano Oliva; Diretor da Revista A.A.B.B - Milton Teixeira; Secretário - Daniel de Castro; Diretor Geral de Esportes - Décio Alberto Simão.

Fonte:

22 janeiro, 2008

BRANCA DE NEVE QUADRO

O que, pela sua originalidade, chama a atenção dos que procuram conhecer a vida dos nossos clubes, é a própria denominação deste clube de Santos - BRANCA DE NEVE QUADRO.

O início de suas atividades remonta à data de 13 de junho de 1943, estando, portanto, em seu 14º. ano de existência, tendo assim, vingado o desejo daqueles esportistas que lhe deram vida: Antonio Samia, José Samia, Roberto Samia, Renê Samia, Jorge Antonio Samia e outros.

Justifica-se, porém, a original denominação pelo fato de terem sido os fundadores da agremiação, funcionários da casa comercial "Branca de Neve".

Pertencendo ao setor comercial, o Branca de Neve Quadro vem disputando os campeonatos promovidos pelo SESI-SENAC, pelos quais se classificou como vice-campeão, em 1954.

Diretoria: Presidente de Honra - Antonio Samia; Presidente - José Samia; Vice-Presidente - Elias Samia; Secretário - Renê Samia; Tesoureiro - Jorge Samia; 1º. Diretor Esportivo - José Pinto; 2º. Diretor Esportivo - Francisco Lapetina; Diretor Social - Julio Simões.

Fonte:

Abraços do Gigi

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA AMERICANA

A Associação Atlética Americana, nasceu de uma divergência entre associados do , a 14 de julho de 1914, sendo, portanto, um dos mais antigos clubes santistas. Teve papel proeminente nesse movimento o saudoso esportista Raimundo Marques.

Logo após a sua fundação, cooperou a A.A. Americana na obra de reerguimento do esporte bretão na cidade de Santos, auxiliando a fundação da Liga Santista de Esportes Atléticos, cuja duração foi de apenas dois anos. Foi ainda a A.A. Americana que convidou os demais clubes de Santos a se reunirem, expondo por intermédio de Olegário Lisboa e Raimundo Marques, as bases para a fundação de uma nova entidade. Assim, a 6 de novembro de 1916, fundava-se a Associação Santista de Esportes Atléticos.

Do quadro social da A.A. Americana foi escolhido o primeiro presidente da ASEA, Sr. Olegário Lisboa, Henrique Seler e Jorge Marques.

A 14 de julho de 1917, a A.A. Americana inaugurava sua praça de esportes, recebendo esta o nome de “Coronel Montenegro”. É a praça hoje ocupada pelo C.A. Santista.

Em 1912, realizou sua equipe de futebol uma excursão ao Estado de Santa Catarina, onde se defrontou com o selecionado de Florianópolis, ao qual venceu por duas vezes. Já em 1917, havia excursionado ao Paraná, vencendo o combinado de Curitiba. Durante os anos de 1922 e 1924, defrontou-se com as mais fortes equipes do interior paulista, jogando em São João da Boa Vista, Campinas, Sorocaba e Piracicaba. Em 1925, conquistou o título de campeã de Santos, sendo o seu quadro campeão formado por: Francisco Ramos, João dos Santos Meira, João Juliano, Domingos Banbace, Amadeu Derito, Floduardo Ferreira Filho, Francisco Egídio Martins, Horácio Mota, Washington Ferreira, Domingos Chaves Pires e Rodolfo Verano.

Coube-lhe, em 1926, o campeonato das 2ªs. Turmas, vencendo nos anos de 1927 e 1928 o campeonato das 3ªs. Turmas.

Em 1923, por proposta dos associados Jordão Goulart e Aristio Serra, a A.A. Americana adquiriu um terreno na Vila Belmiro, à rua D. Pedro I, 50, ali instalando sua praça de esportes.

A primeira diretoria da Associação que dirigiu a agremiação desde a sua fundação – 29 de julho de 1914 a 31 de dezembro de 1915 -, esteve integrada pelos membros seguintes:

Presidente – Raimundo Marques; Vice-Presidente – Durval Damasceno; 1º. Secretário – Paulo Mesquita de Carvalho; 2º. Secretário – Oscar de Azevedo Marques; 1º. Tesoureiro - Militão Menna; 2º. Tesoureiro, Walter Rosas; Diretor de Esportes – Sidnei Simonsen Jr.; Mesa de Assembléia; Maurício Hess, Luis Ambrósio da Silva, Dácio Silva e Teodoro Piza.

São considerados fundadores da A.A. Americana, os senhores: J. Novais, Paulo Mesquita de Carvalho, Walter Rosas, Raimundo Marques, Alberto Couto, João Pereira, Poli Serpa Pinto, José Blandi, Oscar de Azevedo Marques, Dácio Silva, José Verano Ferreira, João Dias, Odorico Ratto, J. Lima Júnior, Militão Merina, Durval Damasceno e outros.

Grande é a lista de conquistas levantadas pela A.A. Americana através de seus longos anos de atividade, enumerando-se: 1916 – Campeão – 2º. Quadro; 1925 – Campeão – 1º. Quadro; 1940 - Campeão – Divisão Principal; 1940 – Vice-Campeão – Juvenil; 1941 – Campeão – 2º. Quadro; 1943 – Campeão – 1º. Quadro; 1947 – Campeão – 2º. Quadro; 1947 – Campeão – Torneio dos Campeões; 1947 – Campeão – Divisão Principal; 1947 – Campeão – Torneio Início; 1948 – Campeão – Infantil; 1948 – Campeão – Torneio dos Campeões; 1949 – Campeão – Torneio dos Campeões – 2º. Quadro; 1949 – Campeão– Torneio dos Campeões – 1º. Quadro; 1950 – Campeão Juvenil; 1950 – Campeão – Divisão Principal; 1950 – Vice-Campeão – Aspirantes e 1950 – Campeão – Torneio dos Campeões.

Fonte:



20 janeiro, 2008

POMBAL FUTEBOL CLUBE

Em data de 1º de setembro de 1945, realizava-se, em Santos, uma assembléia que contava com o comparecimento dos senhores Manuel Domarco, João Monteiro, Manuel Gameiro, Antonio Monteiro, José Hilsdorf, Luiz Hilsdorf, Angelo Crusco, Loris Gozzi, José Veloso, João Conde e outros.

Essa assembléia tinha a finalidade de dar fundamento a um novo grêmio esportivo que passaria a atuar no setor amadorista local, sendo escolhido o nome de POMBAL FUTEBOL CLUBE.

Desenvolvendo a prática do futebol, o clube vem realizando partidas amistosas.

Diretoria: Presidente de Honra, Dionísio Malho; Presidente, João Teixeira; Vice-Presidente, Arnaldo Muniz; 1º. Secretário, Luiz Hilsdorf; 2º. Secretário, Walter de Oliveira; 1º. Tesoureiro, Expedito Falleiros; 2º. Tesoureiro, Manuel Gameiro; 1º. Diretor Esportivo, Reinaldo Costa; 2º. Diretor Esportivo, Rafael Vasques; 1º. Diretor Social, Manuel Alves Filho; 2º Diretor Social, Reinaldo Costa - Conselho: Presidente, Mario Nascimento; Secretário, Pedro Frumento.

Fonte: F.P.F



GALERIA DE FOTOS DO POMBAL (clicar no texto)

Abraços do Gigi

19 janeiro, 2008

IV CENTENÁRIO F. CLUBE

Homenageando a efeméride que assinalou a passagem do 4º. Centenário da fundação da Capital do Estado de São Paulo, o IV CENTENÁRIO FUTEBOL CLUBE surgiu, em Santos, em 26 de abril de 1954.

Sua sede social estava instalada à Rua Alfredo Schammas 23, estando o clube devidamente registrado pela Liga de Futebol Amador de Santos e pela Federação Paulista de Futebol, participando dos campeonatos organizados.

Levantou, em 1954 e 1956, o Torneio Início do campeonato promovido pelo SESC; foi, ainda, campeão do Torneio Início do campeonato promovido pela Liga, pelo Torneio Rádio e Comércio, de 1956; foi campeão invicto do torneio de classificação da série azul, em 1956.

Diretoria: Presidente de Honra, João Garcia Morente; Presidente, Manuel Vieira de Andrade; Vice-Presidente, Antonio Sanches Muller; Tesoureiro, Carlos Leopoldo de Mello; 2º. Tesoureiro, Milton Xavier Ruas; 1º. Secretário, Douglas Bormi; 2º. Secretário, Luiz Gonzaga Franca; Diretor Geral de Esportes, João antonio Luiz; Diretor de Esportes, Ramon José Lousada; Diretor Social, Paulo Quaresma; Diretor Social, Osmar A. Araújo.

Fonte: F.P.F

Abraços do Gigi

MALZONE QUADRO

Os fundadores do MALZONE QUADRO, foram os senhores: Dr. Túlio Malzoni, Tossimi Arikawa, Oscar Loberto, José Alves Mira, Walter Gargiulo, Santo Nascimento, entre outros.

O Malzone Quadro, disputou o Campeonato Comercial de Santos, tendo se classificado como Vice-Campeão do Torneio Início, em 1955.

Diretoria: Presidente, Dr. Túlio Malzoni; Vice-Presidente, Silvio Malzoni; Secretário, Tossimi Arikawa; Tesoureiro, Haroldo Serra; Diretor Esportivo, Walter Gargiulo.

Fonte: F.P.F

Abraços do Gigi

AMAZONAS FUTEBOL CLUBE

Vários esportistas, entre os quais se encontravam Bonifácio Fernandes Arena, Euclides Guerra, Adelino Inácio Camilo, Norton dos Santos Gabriel, Avelino Augusto de Sá, José Alberto, Antonio Barreiros e Olegário Mendes, fundaram, em 17 de maio de 1948, o AMAZONAS FUTEBOL CLUBE.

A agremiação santista estava filiada à Liga Santista de Futebol Amador, à Liga Santista de Tênis de Mesa e à Federação Paulista de Futebol, possuindo um quadro associativo de trezentos membros.

Ao futebol profissional, o Amazonas F.C. forneceu vários de seus jogadores, figurando entre estes: Nei, da S.E. Palmeiras, Catineiro, Joel, Américo e outros.

Diretoria: Presidente de Honra, Dr. Nicanor Ortiz; Presidente, Hermínio Gonçalves; Vice-Presidente, José Fernandes Lourenço; Secretário-Geral, Edmundo Paudine; 1º. Secretário, Wladimir Flôres; 1º. Tesoureiro, Álvaro Garcia; 2º. Tesoureiro, Paulo Pereira Grillo; Diretor Geral de Esportes, Américo Fernandes; 1º. Diretor Esportivo, João das Neves; 2º. Diretor Esportivo, Pedro Dias de Carvalho; Diretor Social, Luiz Lourenço Rivera; Presidente do Conselho, Olegário Mendes.

Fonte: F.P.F

Abraços do Gigi

ADESPA CLUBE

A data de 31 de março de 1952, marcou o início das atividades do ADESPA CLUBE, agremiação fundada por iniciativa de João Vicente, Edson Buarque de Gusmão, Rubens Aniceto, Armando de Souza, Arnaldo Jorge, José Barros, Waldemar de Melo Vieira e outros.

O Adespa, era formado por ajudantes de despachantes. Suas cores eram azul e branco e armavam sua barraca de praia em frente à Confeitaria Joinville.

Nas suas práticas desportivas o clube desenvolvia o futebol, voleibol, tamboréu e bola ao cesto, disputando apenas partidas amistosas, não participando dos campeonatos, apesar da sua filiação à Liga de Futebol Amador e à Federação Paulista de Futebol.

Entre colaboradores e jogadores: Geraldo Nunes Gomes, Ernani, Joaquim Fernandes Monteiro, Jair, José Carlos Guizani, Vitorino Augusto Ramos, Carlos Souto Gomes, Robson, Gino Sarti e Luiz. (Fonte: Tamboréu, Memórias Esportivas de Santos).

Diretoria: Presidente de Honra, Luiz dos Santos Coutinho; Presidente, Alfredo Camargo; Vice-Presidente, Orlando F. Piedade; 1º. Secretário, Leilo Santo Sé; 2º Secretário, Angelo Panariello; 1º. Tesoureiro, Francisco Ferrari; 2º. Tesoureiro, Evaldo Vaz; Diretor Geral de Esportes, João Vicente; Diretor Social, Eduardo Corrêa; Diretor do Patrimônio, Alamir Moura; Presidente do Conselho, Roberto Barros.

Fonte: F.P.F