19 fevereiro, 2008

MARAPÉ FUTEBOLÍSTICO

A data de 27 de março de 1950, assinalava o aparecimento do ESPORTE CLUBE MARAPÉ FUTEBOLÍSTICO. Seu surgimento, porém, era a continuidade de um outro clube que extinguira suas atividades no bairro do Marapé - o MARTINS FONTES.

Renato Siqueira, conta que "a história começa quando três rapazes, entristecidos, começaram a pensar no desaparecimento do Martins Fontes. Resolveram fundar um novo clube. Correram ao Asilo e, por sorte, ainda estavam lá as camisas do "extinto", as quais foram logo adquiridas. Reuniu-se a turma do bairro para, em assembléia, escolher o nome do novo clube que deveria ter as iniciais E.C.M.F., para o aproveitamento das camisas que tinham essas iniciais".

Foi assim que surgiu o E.C. Marapé Futebolístico, nome escolhido naquela assembléia, e que deveria ser o legítimo representante das gloriosas tradições do bairro.

A primeira diretoria da agremiação era integrada pelos membros: Presidente, Nelson Paiva; Vice-Presidente, Walter L. Fiuza; Presidente do Conselho, Wladimir Neves; 1º. Tesoureiro, Francisco Garcia; 1º. Secretário, Nelson Paiva.

Filiado à Liga de Futebol Amador de Santos e à F.P.F., o E.C. Marapé Futebolístico disputava tão somente partidas amistosas. No ano de 1955, disputou o Torneio Varzeano entitulado "Torneio José Luiz Cana Rodrigues", classificando-se como campeão invicto, na categoria de 2ºs quadros e Vice-Campeão na dos 1ºs. quadros. Em 1956, pelo mesmo torneio, foi campeão invicto dos 1ºs. quadros, conquistando o 3º. lugar com sua equipe de aspirantes.

O E.C. Marapé Futebolístico dispunha de um quadro associativo de 250 membros, além de sede instalada em prédio próprio.

Foram fundadores do clube, os senhores: Nelson Paiva, Walter Leopoldo Fiuza, Wladimir das Neves, Augusto Teixeira Inácio, Walter Corrêa Garcia, Silvio das Neves, Nilo Lopes, Francisco Garcia, Nívio da Cruz, Oswaldo Paiva Loureiro e outros.

DIRETORIA: Presidente de Honra. Abel Theodósio; Presidente, Juvenal M. da Silva; Vice-Presidente, Américo dos Reis; Secretário-Geral, José Rodrigues Liberado; 1º. Secretário, Olímpio T. Inácio; Tesoureiro-Geral, Augusto T. Inácio; Diretores Sociais, Wladimir das Neves e Aldo Lucas; Diretor Geral de Esportes, Silvio das Neves; 1º. Diretor Esportivo, Casemiro dos Santos; Diretor de Propaganda, Viveraldo E. do Nascimento; Diretor de Tênis de Mesa, Hilton Cunha; Conselho: Presidente, Armando Rodrigues.

Fonte:

 



2 comentários:

rodrigo disse...

Olá Gigi, olha eu aqui mais uma vez... Quais eram as cores do Marapé Futebolistico?


Fico no aguardo d euma resposta...

Rodrigo Santana - Historiador do futebol mundial

Walter Corrêa Garcia disse...

Eu,Walter Corrêa Garcia,que fui um dos fundadores e também jogador fiquei muito contente em rever a história do E.C.Marapé Futebolístico e relembrar que foi,realmente,das cinzas do E.C.Martins Fontes que nasceu o E.C.Marapé Futebolistico com o aproveitamento até das cores: grená e branco. Desde 27.03.1950 passaram-se muitos anos mas não
a lembrança dos colegas que pelo
companheirismo e lealdade se tornaram inesquecíveis.